Buscar

Quando se fala em casa inteligente, muitas pessoas imaginam uma mansão repleta de equipamentos robustos e caros. Mas hoje essa imagem tem pouco a ver com a realidade. Na verdade, para ser considerada inteligente, basta que a casa tenha alguns dispositivos inteligentes. Conectados entre si, eles são capazes de automatizar tarefas rotineiras e dar mais praticidade para o dia a dia, aliando comodidade, segurança e sustentabilidade.

Fechaduras digitais, assistentes virtuais, lâmpadas inteligentes e câmeras Wi-Fi são algumas soluções inovadoras que estão se tornando mais comuns nas casas dos brasileiros. Não é por acaso que, no Brasil, a expectativa é que o número de casas inteligentes, chegue à 1,9 milhões nos próximos anos, segundo a Associação Brasileira de Automação Residencial e Predial – AURESIDE.


Internet das coisas: como esse conceito está mudando nossas casas


A Internet das Coisas ou IoT – sigla em inglês para Internet of Things – é um conceito que se refere à conexão de objetos – desde máquinas industriais e automóveis até lâmpadas e máquinas de lavar – ligados à internet. Assim, os objetos são capazes de coletar e transmitir dados e, a partir disso, executar tarefas por comando de voz, um clique ou automaticamente.


Imagine que você esteja saindo do trabalho e recebe uma mensagem da sua geladeira inteligente: é uma lista de itens que estão faltando e precisam ser comprados. Com essa informação, o GPS do seu carro é ativado para encontrar e traçar a rota para o supermercado mais próximo. E depois, na hora que você estiver chegando em casa, o portão da garagem abre no instante certo, pois está acompanhando sua localização. Tudo isso é possível graças à IoT.


O que é uma casa inteligente?


Conhecida também como Smart home ou casa conectada, uma casa inteligente é equipada com dispositivos domésticos e soluções tecnológicas conectadas, que proporcionam mais praticidade, comodidade, segurança, desempenho e economia – logo, são também sustentáveis.


Portas, cortinas, luzes, termostatos, câmeras de segurança, eletrodomésticos, entre outros dispositivos inteligentes e conectados, podem ser automatizados e controlados por você a distância.


Iluminação inteligente


Você pode programar, de qualquer lugar, o acionamento de cenários diferentes de iluminação, com várias cores e intensidades. É muito útil para economizar energia elétrica e criar a impressão de que há alguém em casa quando você estiver fora.


Sistemas de segurança


Câmeras de monitoramento – de áreas internas e externas –, sistemas de alarme e sensores de presença são interligados ao controle de acesso. À distância você acessa imagens em tempo real e é notificado se houver tentativas de invasão.


Fonte: Intelbras/Blog




26 visualizações0 comentário

A Rota Smart desenvolveu ao longo do mês várias ações relacionadas ao Novembro Azul, período dedicado ao alerta para a importância da conscientização a respeito de doenças masculinas, especialmente a prevenção do câncer de próstata, o mais frequente entre os homens brasileiros depois do câncer de pele. Lives, cards informativos e reuniões internas foram desenvolvidas.


Nessa oportunidade, o convidado para a Live Manhã Inteligente foi o médico Tiago Wobido. Na ocasião, destacou sobre dois exames iniciais que têm grande importância para o diagnóstico da doença: o exame de sangue, por meio do Antígeno Prostático Específico (PSA), e o exame de toque retal, ambos cobertos pelos planos de saúde.


Esses dois exames, quando associados, podem dar uma segurança de cerca de 90% ou mais, auxiliando no diagnóstico precoce da doença. O médico disse ainda que, diariamente, 42 homens morrem em decorrência do câncer de próstata e aproximadamente 3 milhões vivem com a doença.


Conforme dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca), foram diagnosticados 68.220 novos casos de câncer de próstata e cerca de 15 mil mortes/ano em decorrência da doença no Brasil, para cada ano do biênio 2018/2019.


Outro profissional da área da saúde que esteve participando da programação desenvolvida pela Rota Smart é o médico Tiago Camícia. Durante a Noite Inteligente ele destacou que o Câncer de Próstata é o tipo de câncer mais frequente entre os homens brasileiros, depois do câncer de pele, ocorrendo geralmente em homens mais velhos - cerca de 6 em cada 10 casos são diagnosticados em pacientes com mais de 65 anos.


Explicou que a próstata é uma glândula do sistema reprodutor masculino, que pesa cerca de 20 gramas e se assemelha a uma castanha. Localiza-se abaixo da bexiga e sua função é produzir e armazenar o líquido prostático que, junto com o líquido seminal produzido pelas vesículas seminais e os espermatozoides produzidos nos testículos, forma o sêmen.


Na fase inicial, o câncer de próstata não apresenta sintomas e quando alguns sinais começam a aparecer, cerca de 95% dos tumores já estão em fase avançada, dificultando a cura. Na fase avançada, os sintomas são: dor óssea, dores ao urinar, vontade de urinar com frequência e presença de sangue na urina e/ou no sêmen.


Entre os fatores de risco estão histórico familiar de câncer de próstata (pai, irmão e tio); obesidade e raça: homens negros sofrem maior incidência deste tipo de câncer. Com essas ações a Rota Smart, mais uma vez, esteve comprometida com seu objetivo de levar Informação e Prevenção para a vida das pessoas.



26 visualizações0 comentário

À medida que a tecnologia avança, as instalações ocupam menos material, além de ser possível acompanhar, à distância, o desempenho e a manutenção dos equipamentos.


Destacamos alguns benefícios do monitoramento remoto:


1. Monitoramento Remoto

Com o monitoramento remoto, os funcionários não precisam mais estar constantemente no ambiente de trabalho, registrando pontos de dados. O sistema coleta e envia facilmente essas informações, ao painel do usuário, de modo que os funcionários passem mais tempo analisando as informações.


2. Manutenção proativa

Se surgirem problemas, o sistema de monitoramento remoto envia alertas e notificações por e-mail e SMS, para que os usuários possam resolver rapidamente o problema e minimizar o tempo de inatividade. O sistema também pode ser programado para enviar notificações quando a manutenção programada estiver vencida e solicitar cotações para esses serviços.


3. Informações valiosas

O software de monitoramento remoto pode coletar dados da máquina e produzir gráficos para uma melhor visualização, por exemplo, de como a produção muda semana após semana, mês após mês ou ano após ano. Isso pode informar tendências e fornecer informações úteis sobre se as máquinas estão ou não operando com eficiência. Os funcionários não precisam mais monitorar todos os equipamentos em todas as horas de trabalho do dia, economizando nas plantas, custos de mão-de-obra e falhas caras nos equipamentos. As vantagens de instalar esse sistema são as seguintes: – todas as operações podem ser monitoradas local e remotamente; – ações corretivas podem ser tomadas no caso de uma emergência, ajudando a reduzir custos através do gerenciamento de economia de energia.


Converse com nossos consultores e saiba mais sobre o monitoramento à distância.


Texto original: SEGWARE - adaptado por Ana Possobon



32 visualizações0 comentário

© 2021 por Rota Smart - Segurança Inteligente

WhatsApp